Consultoria para implantação da LGPD em 5 passos!

A LGPD é a mudança mais importante na Segurança de Dados nos últimos 20 anos. Essa lei, aprovada pelo Congresso Nacional em 2018, impõe penalidades severas às organizações que não cumpram as normas de compliance, como a aplicação de multas, que passarão a ser cobradas em 01 de agosto de 2021.
Pensando na necessidade de adequação à nova lei e nas dificuldades enfrentadas pelas organizações durante esse processo, que não é nada fácil, a LGPD Advance fornece soluções e serviços de consultoria para garantir a conformidade de sua empresa às obrigações impostas pela Lei Geral de Proteção de Dados, baseados em uma Metodologia exclusiva, desenvolvida pela Riosoft.
Para uma melhor distribuição e clareza, o processo de consultoria da LGPD Advance está dividido em fases distintas. Desta forma, é possível que a empresa selecione somente a(s) fase(s) de seu interesse, caso haja departamentos internos que já atendam a tais demandas sem a necessidade de consultoria

1º Etapa

Diagnóstico

Fiscalização do cumprimento do plano de ação

Ligação entre o controlador e a empresa/titular

Designação da consultoria como DPO

Elaboração do cronograma de treinamento

Mapeamento estratégico permanente

Reavaliação das medidas adotadas

2º Etapa

Data Mapping

Nomeação do DPO

Definir DPO (Data Protection Officer)

Governança dos dados

Estipular políticas e procedimentos para a segurança dos dados pessoais.

Treinamentos

Capacitar liderança, comitê LGPD, DPO sobre a LGPD.

Inventário de dados

Realizar o mapeamento dos dados pessoais.

Mapa de risco

Mapear os riscos relacionados a segurança dos dados pessoais.Realizar o mapeamento dos dados pessoais.

3º Etapa

Execução/Implantação do plano de Ação

Mapa de Risco

Implantação do plano de ação

Elaboração de contratos, documentos e termos de consentimento

Avaliação de GAPS LGPD

Análise crítica do inventário de dados

4º Etapa

Consultoria Contínua

Fiscalização do cumprimento do plano de ação

Ligação entre o controlador e a empresa/titular

Elaboração do cronograma de treinamento

Reavaliação das medidas adotadas

Análise crítica do inventário de dados

Conheça o Alvo Scan, sistema de gerenciamento das demandas da LGPD

Tem certeza de que não está sujeito à LGPD?

Todas as organizações, públicas ou privadas, que oferecem produtos e serviços aos titulares dos dados que vivem no Brasil, mesmo que isso não seja baseado em qualquer tipo de transação econômica, estão sujeitas às normas da LGPD. Por isso, se sua empresa coleta, armazena ou trata dados pessoais, seja de clientes, terceiros ou parceiros, você passa a ser responsável por eles dentro do que a lei estabelece.
Por exemplo, se sua empresa coleta dados pessoais por meio de uma página de contato, identifica dados de pessoas através de um site ou de diferentes perfis, encontrando seus hábitos e obtendo seus endereços IP por meio de cookies, ou recebe, armazena e envia documentos físicos que contêm dados pessoais, você está no escopo da LGPD e sua organização precisa de adequar a essa lei.

O que é necessário para estar em conformidade com o LGPD?

  • Estabelecer avaliação de risco e controles organizacionais;
  • Determinar fluxos de dados e preparar o inventário de dados;
  • Definir as responsabilidades legais;
  • Definir Políticas de Segurança e Procedimentos;
  • Tomar todas as precauções necessárias em relação aos processos de proteção de dados, estabelecendo uma infraestrutura de Segurança de Dados ponta a ponta;
  • Nomear um DPO (Oficial de Proteção de Dados);
  • Atualizar as políticas e procedimentos existentes;
  • Revisar os processos de comunicação nos canais de marketing e mídia social.

Não deixe a regularização da sua empresa para a última hora! Saiba mais sobre nossa Consultoria LGPD!

Agende sua consultoria agora mesmo!

Adequação LGPD: faça você mesmo!

Conheça melhor a LGPD ADVANCE e veja como facilitar a adequação da Lei Geral de Proteção de Dados na sua empresa.