Empresa rio-pretense de softwares cria guia avançado para adequação à LGPD

Uma empresa rio-pretense de softwares desenvolveu o LGPD Advance para auxiliar empresários a se adequarem à Lei Geral de Proteção de Dados, que já está em vigor e a partir de agosto começa aplicar multas. É um sistema de diagnóstico e gerenciamento que facilita a gestão de dados e auxilia nas etapas de Data Mapping, inventário de dados, mapeamento de riscos, solicitações dos titulares e gestão de incidentes.

“A Lei Geral de Proteção de Dados é realidade no mundo empresarial. Para evitar advertências, multas e até bloqueios é preciso que as empresas respondam rapidamente às suas exigências”, explica Rodrigo Vera, advogado e Data Protection Officer da Riosoft. “Para que a transição seja correta, pilares como tecnologia, processos e pessoas devem ser observados. É fundamental que haja sinergia entre eles.”

Especialistas em direito, tecnologia, segurança de dados e consultores participaram da elaboração do LGPD Advance, que oferece ainda completa assessoria com profissionais especializados, além de treinamentos detalhados por meio de plataforma de ensino à distância (EaD), manuais, tutoriais e modelos pré-formatados de documentos e processos já mapeados.

As empresas brasileiras têm até o mês de agosto de 2021 para estar em conformidade com a LGPD, obrigatória para todas instituições que armazenam dados de pessoas físicas, como cadastros e informações pessoais.

Com sede em São José do Rio Preto (SP), a Riosoft está há mais de 30 anos no mercado de softwares de gestão empresarial e de pessoas. Seus sistemas são utilizados por mais de 20 mil usuários em todo o Brasil e foram escolhidos pela Associação Brasileira das Empresas de Assistência Técnica (ABRAT) como melhores sistemas de ERP e CRM para gestão de serviços.

Conheça nossa solução para LGPD

Fonte: DHoje Interior